Parece maluquice ou alguma bizarrice sexual, mas não é. Os médicos estão sim recomendando às mulheres que usem o secador de cabelos na vagina após o sexo.


O motivo é que o ventinho do secador elimina a umidade e é um eficiente método para se evitar micoses vaginais. O secador de cabelos é um poderoso antifúngico.


Quem avisa é Alyssa Dweck, uma ginecologista norte-americana, no seu livro The Complete A to Z for your V (algo como o “o completo alfabeto da sua vagina”)


Ao fazer sexo, o casal troca todo o tipo de bactérias, que podem se proliferar no ambiente quente e úmido da vagina. O que não significa que fazer sexo seja sinônimo de contrair infecções vaginais.


Geralmente, o sistema imunológico da mulher deixa-a protegida, mas algumas mulheres tem mais tendência a ter infecções vaginais.


Essas mulheres deveriam usar o secador após as relações sexuais, principalmente se tiverem suado muito. Mesmo que seja algo estranho de fazer


O secador


Em primeiro a lugar, a mulher que for usar o secador deve primeiro tomar um banho e lavar a zona íntima com água morna. O secador deve ser usado no final para secá-la no ar mais frio.


Também se pode secar com uma toalha limpa, mas sempre tendo o cuidado para não secar totalmente, pois a parte interna da vagina precisa ficar úmida para não atrapalhar o equilíbrio da cultura bacteriana.


Micose


Entre as mulheres, é muito comum a micose na vagina, algo que vai afetar 75 por cento delas em algum momento de suas vidas.


Uma forte sensação de queimação na zona íntima e coceira são os principais sintomas, para além de um corrimento branco-amarelado, que pode ser esfarelado ou cremoso com mau cheiro.


A levedura é a principal causa da micose vaginal. A mais comum delas é a “candida albicans’, que provoca a candidíase. Em 5 a 10% dos casos, o fungo causador é o “Candida glabrata”.


Várias podem ser as causas para as infecções vaginais: um sistema imunológico enfraquecido ou o uso de pílulas anticoncepcionais, problemas no metabolismo (como problema na tireoide), flutuações hormonais (durante a gravidez, por exemplo).


Alguns hábitos também podem propiciar as infecções, como usar roupas muito justas, calcinhas fabricadas com tecido sintético e também a limpeza excessiva da suas partes íntimas com sabonetes vaginais.


Vá a um ginecologista se você suspeita de que está com infecção vaginal. Se for tratada a tempo, a infecção pode desaparecer rapidamente sem efeitos colaterais.


Nem sempre é necessário secar a vagina com secador após as relações. Mas, se você tem propensão a esse tipo de problema ou não usou preservativo, não custar nada usar esse truque.